ARTIGOS

Mar
2020
SERVIÇO DE ATENDIMENTO A REDE DE ESCOLARIZAÇÃO HOSPILAR: A EDUCAÇÃO POR AMOR É CONTAGIOSA

Geicinara Martins de Almeida Oliveira; Adriane de Lima Vilas Boas Bartz; Cintya Fonseca Luiz.

O objetivo desta pesquisa é apresentar aos profissionais da área pedagógica o papel da educação na esfera hospitalar, e, como esta ação demanda compromisso de um trabalho humanizado no âmbito hospitalar. Ainda, como problematização temática, se há profissionais habilitados para tal função e quais os critérios para a formação do pedagogo hospitalar. Buscou-se também esclarecer como a pedagogia hospitalar assegura a criança que se encontra em processo de internamento, aguçando nos pedagogos o interesse e a busca deste seguimento educacional. Justifica-se esta pesquisa pela importância educacional e social que possui o pedagogo inserido no ambiente hospitalar, visto que o educando imerso nesse contexto está em condições vulneráveis e requer cuidados específicos, referentes ao seu desenvolvimento global. Desse modo, realizou-se a pesquisa qualitativa através da metodologia embasada em fontes bibliográficas de arquivos teóricos publicados em fontes digitais, escritas; Para confirmar tais dados, foi realizada a pesquisa de Campo por meio de visita técnica junto à instituição hospitalar UOPECCAN de Cascavel, para assim, refletir e analisar as questões levantadas. O conjunto desta pesquisa explicitou que o professor hospitalar deva ter planejamento pedagógico, tal como, a execução de metodologias diversificadas e ajustadas de acordo com a realidade do aluno hospitalizado. A assistência educacional hospitalar vai além da complementação dos conhecimentos curriculares, tal contexto, requer sensibilidade, humanização e amor, voltados para a superação das limitações físicas, emocionais, bem como, dos conteúdos escolares do educando.